Pedra > Outeiro da Glória

Por duas vezes trabalhei no Outeiro da Glória. A primeira, retirando pichação com método químico do embasamento em gnaisse, que se encontrava muito deteriorado devido ao intemperismo, com esfoliação e perdas.

Na segunda vez, trabalhei como consultora do restauro da cantaria. Alguns dos processos de limpeza foram de aplicação de compressas da argila bentonita no gnaisse e do composto AB 57 no lioz. As crostas foram removidas mecanicamente com micro retíficas.

A proteção foi feita com aplicação de resina hidrofugante de base siloxânica. Pequenas perdas foram recompostas com argamassa polimérica de base acrílica que não sofrem com os raios ultra-violeta.

  • rest_pedra_outeiro
  • rest_pedra_outeiro
  • rest_pedra_outeiro
  • rest_pedra_outeiro
  • rest_pedra_outeiro
  • rest_thumbs-video-outeiro
Cel: 21 992.376.443  -  Rio de Janeiro - CEP: 22081-000 - marcia@marciabraga.arq.br